Tesouro Direto – O que é, rentabilidade, como investir, taxas [Guia]

O Tesouro Direto é um título emitido pelo Governo Brasileiro usado para que ele possa se financiar e lidar com suas obrigações financeiras. Venha saber mais!

tesouro-direto
tesouro direto

Hoje iremos falar sobre um dos investimentos mais conhecidos de todo o mercado, o Tesouro Direto. Atualmente muitas pessoas têm percebido que a poupança não é uma boa opção de investimentos, e se você quer saber mais sobre isso, sugiro que clique aqui. De qualquer forma, o foco aqui é fazer com que você entenda mais sobre o Tesouro, incluindo: o que é, qual sua rentabilidade, como investir, taxas, entre outros.

Depois de ler este conteúdo você terá totais condições de começar a investir nesse ativo. Preparado? Então vamos lá! Primeiro de tudo: O que é tesouro direto? Tesouro Direto é um título emitido pelo Governo Brasileiro que é usado para que ele possa se financiar e lidar com suas obrigações financeiras. Além disso, a emissão de títulos do tesouro pode ocorrer por conta da necessidade do Governo Brasileiro de tirar moeda de circulação para fins macroeconômicos.

Em suma, pode-se dizer que o Tesouro Direto é apenas mais uma das variadas formas de se investir dinheiro. Suas particularidades são: rendimento baixo, alta liquidez e extremamente seguro. Seu rendimento baixo se deve ao fato de ser um ativo de renda fixa, condicionado a Taxa SELIC, que hoje está em baixa. Já sua liquidez se deve ao fato de que ao solicitar o seu dinheiro de volta em menos de dois dias você já terá ele em mãos.

Por fim, e o mais importante, é extremamente seguro! E sua segurança está relacionada ao fato de estarmos falando de um título governamental. Isto é, dificilmente um País irá quebrar ou deixará de honrar suas dívidas com quem as possui.

Vantagens e desvantagens

tesouro direto
tesouro direto

Como você já sabe, tudo na vida possui suas vantagens e desvantagens, e a história não poderia ser diferente com o Tesouro Direto. Vamos listar para você todas as que notamos, isso certamente irá te ajudar. As vantagens do Tesouro Direto são:

Segurança. O Tesouro Direto é considerado pela grande maioria dos especialistas financeiros como o título mais seguro existente dentro do mercado financeiro. Você não precisa se preocupar com absolutamente nada, pois sempre terá a certeza de que receberá o seu dinheiro corretamente. Aliás, se por acaso acontecer do Tesouro não pagar corretamente, pode ter a certeza de que você já teria perdido o seu dinheiro muito antes em outros investimentos.

Alta variedade de títulos. Existem várias opções de títulos do Tesouro Direto para se investir e você pode optar por aquela que achar mais interessante. Existem opções de curto, médio e longo prazo, além da opção de ganhar com base em juros semestrais. Outra vantagem é que ele supera facilmente a poupança. A poupança perde feio para o Tesouro Direto e enquanto você mantiver o seu dinheiro lá estará apenas queimando dinheiro.

Veja agora algumas das desvantagens do Tesouro Direto. A primeira delas é que é preciso pagar taxas. Você precisará pagar taxas para a corretora em relação ao Tesouro. Bem, algumas dessas taxas não serão propriamente sobre o investimento em si, mas sim sobre os valores relacionados a ele. O mais importante é que você sempre procure uma corretora que cobre de você as menores taxas possíveis no mercado.

A segunda desvantagem é que é cobrado imposto de renda. Haverá uma cobrança de imposto de renda sobre o valor investido, sendo que esses valores irão ir diminuindo conforme o tempo que você deixa o seu dinheiro investido no Tesouro. Isto é, quanto maior for o período de tempo que o seu dinheiro ficar alocado nesse tipo de investimento, menor será a taxa que você terá que pagar, e consequentemente mais dinheiro ficará no seu bolso.

A terceira e última desvantagem é que pode haver perda de rentabilidade. Se você retirar o seu dinheiro antes do prazo estipulado pode haver uma perda de rentabilidade. Caso isso aconteça, você não conseguirá ter a lucratividade que buscou inicialmente no seu investimento.

Como funcionam os títulos?

O Tesouro Direto é um título emitido pelo Governo Federal. Ele funciona como um empréstimo. Dessa forma, você investe o seu dinheiro e o recebe acrescido de juros na data de vencimento que foi definida no momento da compra. Assim, os títulos do Tesouro Direto tornaram-se uma das estrelas da renda fixa

Entenda os tipos de Tesouro Direto

tesouro-direto-monetizza-brasil

Existem diferentes tipos de Tesouro Direto, e você pode investir naquele que for mais conveniente para você. O primeiro tipo é o Tesouro Prefixado. Os Títulos de Tesouro Prefixado são aqueles que possuem uma rentabilidade fixada previamente. Isto é, no momento que você investe o seu dinheiro já sabe exatamente quando irá retirar de volta. É ideal para quem precisa ter essa segurança.

O segundo tipo é o Tesouro Selic. O Tesouro Selic é o tipo de investimento que possui sua rentabilidade totalmente atrelada a taxa Selic, que é a nossa taxa básica de juros. Se você quer começar a investir no Tesouro , esse é o investimento ideal para você.

Por fim o Tesouro IPCA. A rentabilidade desse título está atrelada à inflação, medida pelo variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA. Em outras palavras, esse título irá te pagar com base na variação da inflação + um valor pré-fixado.

Como escolher o título certo para a sua carteira

Bem, escolher o título certo para sua carteira exigirá um pouquinho de atenção, principalmente, porque você terá que comparar tudo isso com os seus atuais objetivos. Sinceramente, atualmente a melhor forma de se usar o Tesouro Direto é o colocando como local onde sua reserva de emergência estará instaurada.

Sendo assim, não existe muita diferença entre os títulos que você vai escolher. Contudo, o ideal é que você evite títulos com juros semestrais e que opte por títulos Selic, já que dessa forma você dificilmente irá perder dinheiro. Apostar em Títulos Pré-fixados pode acabar sendo um tiro no pé, principalmente em um país com tantas instabilidades econômicas.

Dicas para investir no Tesouro Direto com mais rentabilidade

Se você quer investir no Tesouro Direto, é importante estar de olho na rentabilidade, afinal, mesmo que seja mínima, você ainda deve buscar ganhar sempre o máximo possível. Abaixo estaremos dando algumas dicas básicas para que você consiga alcançar o máximo de rentabilidade dentro do seu investimento. Confira:

Primeiramente, escolha uma boa corretora. Uma boa corretora é essencial para que você consiga ter o máximo de rentabilidade. Ela irá te cobrar taxas mais amigáveis e facilitará todo o seu processo de investimento. Hoje temos excelentes opções no mercado, mas vale a pena citar:

  • Rico
  • Modal Mais
  • Easynvest
  • XP

Em segundo lugar, invista mensalmente. Outra forma de conseguir obter uma maior rentabilidade com o Tesouro Direto é justamente fazendo aportes mensais. Dessa forma você consegue aumentar o valor presente no seu investimento e passa a ter os juros compostos trabalhando de uma forma mais agressiva. Você não precisa dedicar uma grande faixa do seu orçamento para isso. O simples fato de aportar todos os meses R$100 já ajudará muito.

E em terceiro lugar, foque no longo prazo. Quanto mais tempo o seu título estiver alocado, maior será sua rentabilidade geral. Isso porque depois de um tempo haverá juros compostos trabalhando sobre juros compostos e isso irá aumentar exponencialmente os seus rendimentos.

Quais são os custos para investir no Tesouro Direto?

Os custos para se investir no Tesouro Direto estão unicamente ligados às taxas que a sua corretora irá te cobrar. A maioria delas não cobra nada para o investimento inicial no Tesouro, ficando apenas com uma ínfima parte relacionada ao valor final do seu investimento, como uma taxa de custódia.

De qualquer forma, o próprio ato de investir e aplicar seu dinheiro terá um custo zero então você pode ficar absolutamente tranquilo em relação a isso. Se você possuir mais dúvidas, sugerimos que vá até a página de taxas da sua corretora e então avalie o quanto irá ser cobrado.

Como funciona o resgate do Tesouro Direto?

O resgate do Tesouro Direto funciona de uma forma muito simples. Tudo o que você precisará fazer é ir até o site da sua corretora, selecionar o seu investimento e então solicitar o resgate. Depois disso o dinheiro irá vir para uma conta sua, em no máximo 2 dias úteis.

Tesouro Direto ou Poupança? Qual Investimento é Melhor

O Tesouro Direto é indubitavelmente muito superior a poupança em todos os aspectos possíveis e você certamente deveria investir nele. A poupança quase sempre rende abaixo da inflação, então você acaba perdendo o seu dinheiro quando deixa ele lá.

Outro ponto importante é o fato de que o Tesouro Direto serve como uma porta de entrada para o mundo do investimento, onde a partir dele você poderá começar a entender mais sobre toda essa área, podendo quem sabe diversificar seus investimentos um dia.

Como investir no Tesouro Direto

Para investir no Tesouro Direto você deve fazer o seu cadastro em uma corretora, transferir valores para ela e procurar a aba de investimentos no Tesouro Direto. O processo é super simples, fácil e prático e leva poucos minutos. Haverá apenas um tempo para que a ordem de compra do investimento seja efetivamente realizada. Agora que você já sabe tudo sobre o Tesouro Direto, comece a colocar o seu dinheiro lá! Valerá muito a pena!

Clique aqui e confira outros artigos superinteressantes que nós da Monetizza Brasil produzimos diariamente!