Qual o rendimento da poupança ?

Com certeza a Poupança é o “investimento” mais tradicional dentro do cenário econômico brasileiro. Descubra qual é o rendimento da poupança e invista melhor!

rendimento-poupanca
rendimento poupança

Vamos saber qual o rendimento da poupança? Certamente a Poupança é o “investimento” mais tradicional dentro do cenário econômico brasileiro, tanto é que hoje aproximadamente 65% dos brasileiros preferem investir o seu dinheiro lá. Contudo, poucos entendem realmente o porquê do seu dinheiro estar lá. De fato, o investimento na poupança se tornou algo realizado unicamente pela sua praticidade, sem conter sequer um motivo factual.

A poupança nada mais é que uma aplicação de renda fixa que é acessível a todos. Para você ter ideia, até mesmo menores de idade podem possuir uma conta em seu nome, desde que representados pelos pais ou responsável. Pra ter acesso a poupança é preciso apenas escolher um banco, apresentar seus documentos particulares e fazer a abertura de uma conta poupança.

Para que você saiba tudo sobre poupança e analisar se é o melhor investimento para você, iremos abordar alguns assuntos. Uma vez em posse desses conhecimentos, você será capaz de tomar decisões muito melhores em relação aos investimentos que irá realizar. Então confira com atenção este conteúdo que preparamos exclusivamente para você!

Qual o rendimento da poupança?

Indo diretamente ao ponto, atualmente a poupança está rendendo algo em torno de 3,50% ao ano, ou 0,35% ao mês. Esse rendimento se dá por conta do fato da Poupança render 70% da taxa Selic ( Que hoje está em 5%) + TR (Taxa Referencial).

Como funciona o rendimento da poupança

Todos os valores que são depositados em uma caderneta de poupança são remunerados com base na TR mais juros de 0,5% ao mês. A Taxa Referencial usada é a do dia do depósito. Se a Selic estiver em 8,5% ao ano ou menos do que isso, a caderneta de poupança irá render 70% da Selic mais a TR. Da mesma forma, como no nosso caso atual, temos uma Taxa Selic que está bem abaixo desse valor de 8,5% ao ano, o rendimento da poupança também caiu para os 70% da Selic + TR.

Quanto a poupança rende por mês? Calculando juros da poupança

A Poupança hoje está tendo uma rentabilidade de 0,35% ao mês em média. Ou seja, para cada real que você investir, haverá uma rentabilidade de 0,35% ao mês. Para que a nossa conta possa ficar um pouquinho mais fácil, iremos partir do princípio de que você investiu R$100. No ano, esses R$100 irão te trazer uma rentabilidade de R$3,50.

Caso queira saber sobre o rendimento mensal, pasme, pois ele será de incríveis 0,29 centavos. Para valores mais elevados logicamente a sua rentabilidade sofrerá algumas alterações, contudo, ela sempre irá ficar atrelada ao rendimento geral da poupança, que no cenário atual irá te trazer no máximo uma rentabilidade de 0,35% ao mês.

Histórico de quanto rende a poupança no Brasil

AnoRetorno AbsolutoRetorno Real – Descontada a Inflação
20008,322,21
20018,630,89
20029,27-2,90
200311,211,75
20059,213,33
20068,405,10
20077,773,17
20087,901,89
20097,052,63
20106,900,94
20117,500,94
20126,470,60
20136,370,43
20147,160,71
20158,07-2,34
20168,07-2,34
20176,573,62
20184,551,12
20193,850,42

Você acabou de ver um histórico do rendimento da poupança nos últimos 20 anos. Como pode ver, a variação da rentabilidade da poupança foi elevada e ela em alguns momentos nem ao menos conseguiu bater a inflação. O que queremos te mostrar com isso é que embora o seu dinheiro esteja muito mais seguro na Poupança, é bem improvável que você consiga multiplicar o seu capital deixando o seu dinheiro ali.

O rendimento da poupança é bom?

Não, a grande verdade é que o rendimento da poupança está muito longe de ser considerado bom, embora, grande parte da população ainda aloque o seu capital nesse tipo de investimento, ele nem ao menos deveria ser considerado uma opção viável. Isso pode ser dito com base em dois diferentes fatores que veremos a seguir.

Investimentos semelhantes. A poupança acaba perdendo em rentabilidade para todos os investimentos que são semelhantes a ela, como por exemplo, tesouro direto, LCI, LCA, CDB. Ou seja, você pode ter a mesma segurança oferecida pela Poupança, ao mesmo tempo que ganha mais dinheiro. Dessa forma, passamos a bola para você e te fazemos a seguinte pergunta: Porque alguém continuaria investindo na poupança?

Inflação. Em muitos momentos a rentabilidade da poupança acaba perdendo, empatando ou superando por muito pouco a inflação. Ou seja, você deixou seu dinheiro investido em algo para não conseguir ter rentabilidade alguma ou até mesmo para perder dinheiro. Isso não faz o mínimo sentido.

Investimentos mais seguros e rentáveis do que a poupança

Nesse cenário, acabamos nos sentindo na obrigação de te mostrar alguns investimentos que sejam mais seguros e rentáveis do que a poupança. E não fazemos isso por uma questão de rentabilidade própria, ou para ganhar algum dinheiro. Longe disso. Para nós, financeiramente falando, tanto faz se você investir na poupança ou em algum outro título. Mas para você fará muita diferença, principalmente se analisarmos tudo isso através de uma visão a longo prazo. Seja como for, iremos mostrar agora quais são esses investimentos.

CDB. O CDB (Certificado de Depósito Bancário) é um título de renda fixa que é emitido unicamente pelos Bancos. Portanto, por sua natureza bancária, ele acaba sendo um dos mais procurados dentro da modalidade de renda fixa. Em relação a sua taxa de rentabilidade, pode-se observar que ela pode ser Prefixada ou Pós-Fixada.

A primeira obviamente consiste em uma taxa fixa e que não irá mudar de forma alguma, isso pode ser muito vantajoso em alguns casos, pois independente do que aconteça você irá receber determinado valor. Já a taxa Pós-Fixada está geralmente relacionada com algum indicador específico da economia, como o CDI ou IPCA. Nesse caso, o emissor do título irá pagar um percentual específico sobre o índice, como por exemplo, 120% do CDI.

Esses indicadores podem acabar sofrendo algumas oscilações com o tempo, o que pode fazer com que os seus rendimentos também oscilem. De formal geral, quanto mais esses indicadores sobem, maior tende a ser a sua rentabilidade.

LC. Certamente, a Letra de Câmbio é um título de investimento emitido por uma financeira, que tenda a oferecer uma taxa mais atrativa do que aquela que você encontraria em Bancos. Aliás, esse tipo de investimento costuma ser muito mais interessante para quem possui objetivos de longo prazo, como a independência financeira, por exemplo.

Sendo assim, o mais importante é que você consiga compreender, porque está investindo em uma LC. Se estiver fazendo isso para conseguir um aumento de patrimônio em um curto prazo, sentimos te informar mas você está tomando uma decisão extremamente equivocada. A LC é indicada principalmente para quem está tentando conquistar um objetivo de médio ou longo prazo, como comprar um imóvel ou então investir para o estudo dos filhos ou até mesmo para uma aposentadoria.

LCI e LCA. A LCI e a LCA são outras modalidades de Renda Fixa que superam a poupança e podem ser uma ótima opção para você. Elas funcionam da mesma forma que os CDBs e também são emitidas por instituições bancárias. Por outro lado, a grande vantagem desses dois tipos de investimento está justamente na isenção de impostos que eles recebem.

Dessa forma, todos os rendimentos vem direto para o seu bolso sem que nada seja pego pelo governo. Por conta disso, por um breve momento irá parecer que ambos os tipos de investimentos são inferiores ao CBD e a LC. Contudo, quando se realiza a conta total, excluindo impostos, percebe-se que a LCI e a LCA podem ser opções muito mais interessantes. Assim, é importante ficar de olho nessas informações antes de investir seu dinheiro.

Tesouro direto. Por fim, iremos falar sobre o investimento que de longe é o mais conhecido da maioria das pessoas e que pode ser muito bom para os seus objetivos graças a sua simplicidade e rentabilidade. O Tesouro Direto é um título público, então, será o governo quem irá te pagar todos os juros devidos.

Por conta desse lastro governamental, podemos considerá-lo o investimento mais seguro do País. Em outras palavras, ele possui um risco ainda mais baixo do que a poupança. Na maioria dos casos, o investimento no Tesouro está disponível para valores acima de R$ 100,00, então mesmo com pouco dinheiro você já consegue começar a investir. Basicamente, ele é subdividido em: 

  • Atrelados à inflação: Tesouro IPCA + e Tesouro IPCA + com Juros Semestrais
  • Prefixados: Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais
  • Indexado à taxa Selic: Tesouro Selic

Enquanto isso, por possuir taxas de rendimentos próximas de 100% do CDI, você pode acabar ganhando mais do que o dobro do que ganharia caso mantivesse o seu dinheiro na poupança. Esse título possui baixa volatilidade e liquidez diária. Assim, você pode solicitar o resgate a qualquer momento e as perdas, de modo geral, são menores em comparação aos demais papéis. Seja qual for o “lado” que você usar para analisar o Tesouro Direto, irá perceber que ele é de longe uma das melhores opções existentes para alocar seu capital!

Vale a pena investir na Poupança?

Posteriormente a este conteúdo, cabe a você definir se irá continuar mantendo o seu dinheiro na poupança ou se irá buscar novos locais para investir. A decisão é e sempre será sua, mas lembre-se de que investir no lugar certo pode levar sua vida financeira para outro patamar!

Clique aqui e confira outros artigos superinteressantes aqui na Monetizza Brasil!